quinta-feira, 30 de abril de 2009

Y.E.I.S::::Yamaha Energy Induction.System::::

Yeis(Yamaha Energy Induction System)

Não é do conhecido Y.P.V.S que se trata essa matéria,e sim um outro componente com o nome semelhante: Y.E.I.S.!

O sistema Y.E.I.S é um sistema de melhora na admissão de combustível dos motores YAMAHA de dois tempos, que equipou alguns modelos no Brasil, a partir da DT-180cc.

Constituía-se de uma pequena câmara com um determinado volume, conectada na posição intermediária do coletor de admissão, entre o carburador e o cilindro,e que tinha por finalidade manter a velocidade de admissão e do fluxo de combustível constante, absorvendo a diferença de pressão que se formava em razão
da abertura e fechamento da janela de admissão durante a subida e descida do pistão.

Com esse sistema conseguiu-se melhorar a estabilização da carburação nas faixas de baixas e médias velocidades, aumentando o torque do motor nessas faixas de rotações, melhorando as respostas de aceleração.Além disso,devido à elevação da eficiência na admissão, foram alcançados, também aumentos na potência.

Nos motores dois tempos tradicionais havia uma faixa de rotação na qual ocorria a queda do efeito venturi, prejudicando o tempo de admissão subseqüente, devido ao aumento da pressão negativa na parte do venturi que ocorria no ato do fechamento da janela de admissão.

Esse é um fenômeno característico do motor de dois tempos e é denominado de "VÁCUO DE TORQUE".

A introdução do Y.E.I.S do motor de dois tempos incrementou o desempenho nas faixas de baixa e média velocidades.

ENTRADA DA MISTURA/COMBUSTÍVEL NA CÂMARA
Na fase em que o pistão está descendo no seu curso,ocorre um aumento de pressão no cárter e o fechamento das válvulas de palhetas,o que provoca a subida do combustível alojado nesse cárter até a câmara de combustão.Mas,nesta situação,como a pressão na câmara é inferior à do tubo de admissão, a mistura penetra na câmara devido a essa diferença de pressão.

O excesso de combustível é desviado para a dita câmara e a mistura que se encontra nas imediações da borboleta escoa em fluxo contínuo e suave.

ENTRADA DA MISTURA AR/COMBUSTÍVEL NO CÁRTER

Na fase em que o pistão está subindo no seu curso, a válvula de palhetas se abre e a mistura que se encontra na câmara é arrastada até o cárter, juntamente com a mistura proveniente do carburador.

Como as duas misturas se juntam e penetram juntas no cárter há um aumento do volume da mistura.Com esse sistema a YAMAHA afirma que se obtém um incremento na eficiência de admissão devido à suavidade e continuidade do escoamento no canal de admissão.

Este sistema permite um ajuste mais preciso do carburador e incremento em alto grau da eficiência da combustão.



Fonte/Créditos:Manual de mecânica de motos Sérgio Alexandre Ribaric



[[Ciclo2tempos]]

Um comentário:

EwertonRD135 disse...

estou ligando isso na minha RD 135 mas me pareçe que quando seguro a mão um pouco em 3mil RPM ela cai o giro ateh morrer depois fika dificil de pegar só pega se não acelerar pq isso?