domingo, 13 de setembro de 2009

Yamaha Tz750-O maior mito 2 Tempos



Esta com certeza foi uma das mais inspiradores motos já construídas.

De fato até agora,mais de 30 anos passados, com uma força tão estúpida , foi a responsável dos dizeres de King Kenny Roberts:

“Eles não me pagam o suficiente para eu montar nessa coisa.”



King Kenny Roberts

Mas quem foi ele?
Robert foi a primeiro pessoa a pilotar a Tz.A história é essa:

Roberts ganhou o campeonato de 1973 e '74 da AMA Grand National Championships Dirt Track com outra moto,uma yamaha 2 cilindros.

Com a crescente necessidade de se destacar entre as outras motos,a yamaha na época contava com ótimas motos como a Tz350.Mas ela queria mais.Contratou o peso de ouro Giacomo Agostini para desenvolver seu projeto.

Inicialmente a Tz surgiu com um motor de 700cc,nada menos doque 2 motores de 350 acoplados.

A primeira versão da Yamaha TZ 700 tinha motor 4 cilindros em linha, refrigeração líquida, potência de 90 HP a 10000 rpm, com 694,5 cm3, peso por volta dos 150 Kg, e velocidade final acima de 280 km /h !

Mas em 1975 ,apesar de todos os esforços,a concorrente Xr750 da Harley-Davidson deixou a Yamaha Tz para trás em desempenho e conquistou algumas vitórias.

Não satisfeitos, os engenheiros da yamaha começaram a planejar uma moto que deixaria todas as outras longes da liderança.

Assim surgiu a Tz750!



  • 2 tempos,

  • Motor 4 cilindros.

  • Projetada em um quadro Dirt-Track.

  • Pneus Good-Year especiais.

  • Motor de 90 saltou para 110Hp.


Mas a grande pergunta era: Quem seria capaz de controlar “a besta”?
Roberts tentou a proeza de pilotar a Tz pela primeira vez nas Milhas de Indianápolis, onde descobriu rapidamente que não se tratava de uma moto qualquer.




A tz 750 podia atingir cerca de 241 quilômetros p/hora em cada final de reta,mas o balanço das acelerações e a tração nas curvas não era nada fácil de se segurar.
Roberts se classificou para as 25 voltas finais.
E fora da linha, ele pôs-se em sexto lugar.

Apesar de tudo, admite que manter a moto na pista levou cada bocado de habilidade que ele possuía.
De alguma forma, Roberts começou a corrida de estréia com a TZ um pouco atrás, e nos últimos metros da corrida passou o trio da Harley á caminho da vitória.Foi uma estréia espetacular e a partir dai foram só vitórias.

Apesar disso os engenheiros da yamaha ainda não contentes, re-lançaram no final do ano a Tz750 versão OW31,com algumas melhorias:





  • Quadro da Yzr500.

  • Suspensão monochoque.

  • Utilização de materiais nobres como magnésio e titânio

  • Abaixou-se o peso de 160 kg para 136 kg.

  • A potência agora era de 115Hp.
Nasceu a imbatível Ow31!!





Ela era tão incrível que entre os 10 primeiros colocados no mundial da categoria 750,
9 das motos eram Ow31!
A yamaha só perdeu uma prova para a kawasaki.

A supremacia era tanta que as outras fábricas se retiraram do circuito.




De longe até lembra uma Rd350..

No final da temporada, a AMA escreveu novas regras de segurança que proíba tais máquinas no futuro.

Eventualmente, esta moto incrível chegou às mãos do historiador Steve Wright.
Foi anteriormente em exposição no Hall da Fama do Museu de Motos na AMA sede em Columbus, Ohio.

Portanto, a máquina TZ700/750 de relativamente baixa tecnologia, funcionou bem de fato, pois acabou por funcionar melhor do que os engenheiros da equipe Yamaha racing poderiam ter sonhado que era possível, criar um modelo para uma nova geração.
Era uma moto grande, rápida e assustadora.




Escapes da primeira versão da Tz

Até a chegada da TZ750, muita gente em corridas de motos simplesmente não acreditava na grande capacidade das 2 tempos e que elas jamais poderiam botar á baixo multi-cilindros como MV Agustas, ou Hondas pois os Strokers eram muito frágeis.

Mas a grande TZ provou ser o supra-sumo de corridas de SuperBikes da época.
Sim, a TZ750 foi brutal, um pouco crua na engenharia,um pouco difícil de se lidar em curvas apertadas... Mas continuou ganhando títulos após sua primeira aparição.





Assim a Yamaha TZ OW31 se despediu oficialmente das competições, com um currículo jamais atingido por nenhuma outra moto de competição !



video
Acelerando uma 750






[[Ciclo2tempos]]

5 comentários:

Anônimo disse...

Meu Deus do céu!não sabia da existencia dessa moto até alguns minutos, a mais potentente 2t que ja tinha ouvido falar ela a RD500 V4.

neto4100 disse...

Meu Deus do céu!não sabia da existencia dessa moto até alguns minutos, a mais potentente 2t que ja tinha ouvido falar ela a RD500 V4.

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze disse...

Essa era bruta. A propósito: já naquela época esse motor tinha o dobro da potência específica de alguns 4T automotivos de hoje com todos os recursos eletrônicos atuais e as "muletas" que podem ser usadas nos 4T...

Anônimo disse...

tenho uma 180, sou um amante de motores 2 tempos.Nao sabia da existencia dessa verdadeira maquina. Amaria muito pilotar essa verdadeira maquina. Um abraço para os amantes das dois tempos.postado por adalberto.bb@hotmail.com

Binho disse...

da quase pra sentir o perfume do 2t queimando !!